PALESTRANTE ESPECIALISTA EM COMUNICAÇÃO, LIDERANÇA E COMPORTAMENTO

Nossa Loja

Edson de Paula

             Blog

Edson de Paula

Assine nossa newsletter

O que é feedback assertivo?

Seu liderado está precisando receber um feedback para corrigir uma situação conflitante no ambiente de trabalho e você está com aquele “frio na barriga” de como irá dizer o que precisa ser dito? 

Por incrível que pareça, o tema feedback ainda é um dos maiores dilemas no desenvolvimento de líderes que ainda não sabem efetivamente como aplicar esta técnica junto aos seus liderados.

É uma questão de ajuste de comunicação e comportamento adequado, pois o feedback exige uma das habilidades interpessoais mais complexas que é a assertividade. A assertividade é a capacidade de expressar seus pensamentos ou sentimentos à uma outra pessoa, mantendo um respeito por si e pelo outro. Portanto, sem ser agressivo ou passivo à situação.

Existem muitas dicas sobre o tema, o objetivo aqui é simplificar ao máximo como dar um feedback assertivo:

1) Pense antes de dar o feedback e prepare-se criando um roteiro

Parece simples, mas é. Existe a necessidade de dar o feedback? Em caso positivo, faça um roteiro do que e como irá falar com seu liderado. Crie tópicos com dados reais sobre o assunto. O importante é “falar da situação” e não “falar da pessoa”. No roteiro estabeleça quais são os critérios e expectativas que não foram atendidos, ou seja, o real motivo do feedback.

2) Comece conversando, evitando formalidades ou distanciamento pela hierarquia.

Não inicie jamais um feedback sem antes “quebrar o gelo”. É preciso estabelecer empatia, se conectar com o liderado, portanto, no início da conversa procure ser mais “pessoal” que “profissional”, criando um clima favorável ao diálogo. Vá introduzindo a situação aos poucos para alinhar o liderado ao assunto do feedback e diga que está disposto à auxiliar pela compreensão da situação e pela busca pela melhor solução.

3) Apresente o roteiro que preparou com sinceridade 

Apresente cada tópico do seu roteiro de feedback, apontando cada critério e expectativa não correspondida e peça a opinião do liderado sobre cada tópico. Quando seu liderado falar, ouça com atenção, sem interromper. Vá inserindo seus critérios e suas expectativas procurando negociar e ajustar os impasses. O importante é envolvê-lo com responsabilidade, gerando consciência para a solução do conflito.

4) Crie um plano de ação junto com o liderado

Diga ao seu liderado que acredita sinceramente que juntos poderão resolver o conflito. Após resolver os conflitos e desentendimentos sobre a situação, agora é o momento de gerar perspectivas futuras de como evitar que isto aconteça novamente. Crie um plano de ação com tarefas que possibilitem medições pontuais e follow-up. Estabeleça a parceria, gerando um comprometimento recíproco para o alcance dos resultados.

5) Fortaleça seu elo de responsabilidade junto ao seu liderado

É o momento de dizer “estou junto com você”  e dar inicio ao seu acompanhamento (follow-up) nas atividades que foram estabelecidas no plano de ação. Não deixe de dar feedbacks pontuais em cada tarefa alcançada. Esteja atento para ir ajustando o plano de ação conforme as dificuldades apareçam, sua presença participativa é muito importante para o ajuste de conduta e comportamento do seu liderado.

Então, para ser resolutivo, todo feedback precisa ser assertivo?

Sim e há como desenvolver essa habilidade no desenvolvimento de líderes por meio de treinamento, processos de coaching de comunicação ou mentoring de liderança. Portanto, é importante para o rh incluir e investir no tema feedback assertivo na cultura corporativa e na estratégia de gestão de pessoas da sua empresa.

O feedback assertivo é, portanto, a forma mais direta e resolutiva para comunicar conflitos ou problemas da organização e procurar encontrar caminhos para sua correção.

 

O IEDP - Instituto Edson De Paula - tem treinado líderes em todo o Brasil com estratégias diferenciadas para o desenvolvimento de liderança e gestão de pessoas, otimizando a cultura organizacional de empresas nacionais e multinacionais. Se este conteúdo gerou o seu interesse para o assunto e desejar otimizar sua equipe, deixe sua mensagem aqui que entraremos em contato. 

Se você gostou deste artigo, compartilhe e deixe seu comentário! 

 


DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Fale com a gente!